segunda-feira, 29 de julho de 2013

Frutos do mar

Fruto do mar¹ é um termo genérico usado para designar os animais extraídos do mar, sendo eles especificamente os crustáceos e os moluscos. 

domingo, 28 de julho de 2013

Abacate

O Abacate, cujo nome científico é Persea americana, é uma fruta de formato piriforme, às vezes, redondo de casca brilhante, que pode ser lisa ou áspera. Sua cor predominante é verde, que varia de acordo com o estágio de maturidade desse fruto. 

Ovo e receita de ovo cocotte ao creme

Muitas das vezes em que alguém relata que não sabe cozinhar, é dito: “não sei nem fritar um ovo!”. Mas que injustiça! O ovo de galinha tem ciência.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Pimenta

As pimentas, cujo nome científico é Capsicum, são plantas nativas da América, abrangendo a região sul-americana, América Central e Caribe. Esse tempero chegou à Espanha por meio de Cristóvão Colombo.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Polpetone

O polpetone foi criado no século XIV, na Itália. Era um prato popular feito pelas mulheres para servir suas famílias.

Batata

A batata é um tubérculo da família das Solanáceas que é cultivado há mais de sete mil anos no continente sul-americano, possivelmente originário da região dos Andes Peruanos. No início de sua existência, a batata era mal-formada, pequena e com grande variedade de cores, porém possuía gosto amargo. Em 1533, o espanhol Francisco Pizzaro encontrou batatas entre os incas peruanos.

Amarula

A marula é uma fruta de uma planta chamada maruleira¹. 

Essa fruta é encontrada naturalmente na porção sul da África, em países como Zimbábue, Botsuana e Namíbia, e serve de alimento para elefantes, rinocerontes, macacos, zebras e outros animais.

Esse fruto possui formato oval, casca de cor amarelo-dourada, polpa branca, pouco densa e de textura similar à da lichia. Seu sabor remete a nozes, com travo leve e cítrico, o que resulta em sabor e aroma exóticos.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Bacalhau

Os povos vikings já consumiam bacalhau, o Gadus Morhua, no século VIII, na Escandinávia e utilizavam-se do ar livre como método de desidratação dos peixes.  No século IX, já se processava bacalhau na Noruega e na Islândia.

Os povos bascos, que já dominavam a salga como método de conservação de alimentos, iniciaram a salga do bacalhau no século XI. Foram os bascos que começaram a expandir o comércio do bacalhau.

Cogumelos

Há no mundo aproximadamente 2000 tipos de cogumelos comestíveis¹. As espécies concentram sabores particulares e textura peculiar, muitas vezes, carnuda.  De uma maneira geral, quanto maior o tamanho e mais escura a cor das lamelas localizadas abaixo do chapéu do cogumelo mais saboroso será esse cogumelo. Cogumelos jovens tendem a ter o sabor menos intenso.

Apresentam naturalmente o gosto umami², especialmente os cogumelos shitake e porcini, e especialmente cogumelos na versão desidratada.

É possível encontrar esses cogumelos em frescos, secos ou em conserva. 

domingo, 14 de julho de 2013

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Vieiras ao creme

Vieiras são deliciosas! Sua carne macia e suculenta, com sabor suave e adocicado trazem uma experiência sensorial maravilhosa!

Experimente esta receita e se delicie com essa iguaria!

Vieira

Vieira, cujo nome científico é Pecten maximus, é o nome do molusco bivalve¹ bastante apreciado na gastronomia. A parte desse animal que é consumida é chamada de músculo adutor², que é responsável por articular a abertura e fechamento das conchas.

A aparência desse músculo é firme, porém macio e de cor marfim, creme ou até rosado. Seu sabor é bastante adocicado.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Confit Bayaldi e Ratatouille

A culinária mediterrânea é a cozinha característica dos países e regiões que são banhados pelo mar Mediterrâneo, mar que banha três continentes e países como a Espanha, França, Mônaco, Itália e Grécia na Europa; Turquia, Síria, Líbano, Israel, Palestina e Egito na Ásia; Líbia, Tunísia, Argélia, Egito e Marrocos na África. A gastronomia desses países têm em comum o uso de vegetais frescos em abundância, azeitona, uva, trigo, ervas variadas, pescado, laticínios frescos, oleaginosas, azeite e vinho. Porém os hábitos e a cultura de cada região ou país influenciam no modo de utilizar da abundância de ingredientes, imprimindo características próprias as suas cozinhas.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Mil folhas de amoras e creme de confeiteiro

Esta receita é feita com massa folhada, também chamada de massa puff¹, que é um tipo de massa com alto teor de glúten, separada por camadas de gordura. O resultado são folhas de massa em camadas finas, delicadas e crocantes, geradas quando se assa a massa, onde a água da manteiga vira vapor e separa as camadas de massa, formando as folhas.

Gastronomia molecular

A gastronomia é muito abrangente, sendo, além de arte, ciência.

Atualmente, é bastante divulgada a gastronomia molecular, que é o ramo da gastronomia que tenta compreender e melhorar a cozinha e seus processos por meio da ciência, explicando a culinária quimicamente.

O conhecimento dentro da gastronomia molecular envolve técnicas e receitas tradicionais e também as inovadoras. Esse ramo analisa os fenômenos da cozinha (incluindo a degustação) pelo viés científico.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cardamomo

O cardamomo¹ é consumido na Índia há mais de 2000 anos. Foi levado à Constantinopla e à Escandinávia por meio dos vikings e das rotas de caravanas. 

O cardamomo é uma semente oriunda de plantas da família do gengibre², muito utilizada como tempero. É o terceiro condimento mais caro do mundo, ficando atrás somente do açafrão e da baunilha.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Açafrão

O açafrão verdadeiro¹, cujo nome científico é Crocussativus, é um pistilo delicado de cor vermelha, oriundo de uma planta arroxeada, cujo nome é croco (também chamada de rosa-do-açafrão), da família das iridáceas.

Seu nome é de origem árabe, oriundo da palavra Za’faran, que significa amarelo. Essa palavra árabe evoluiu para o termo em latim, safranum, e, por meio dos árabes, entrou na Península Ibérica. É uma planta nativa do Ásia e do Mediterrâneo. É possível que o açafrão seja originário da Ásia menor ou Oriente Médio, mas existem relatos controversos de que esse condimento possa ter surgido na Índia, na Espanha e até na Grécia. 

Costela suína ao molho barbecue

A carne de porco é consumida pelo homem desde os primórdios. A pecuária suína data de 5000 a.C. na China e no Oriente Médio. E ainda é a carne mais consumida do mundo. Hoje, com a redução do teor de gordura da carne suína, é possível consumi-la e manter uma dieta equilibrada. Além de fazer parte de um hábito saudável, a carne suína é muito saborosa. 

Ao selecionar cortes suínos, verifique se a carne está com a cor rosada, com reduzida perda de água, tenra, porém firme, fina, elástica, suculenta e com pouca gordura.

Ceviche

O Ceviche (cuja pronúncia correta em é cebiche) é uma preparação típica da região dos Andes, na América do Sul. O ceviche é orgulho do povo do Peru, e é Patrimônio Histórico e Cultural do país. Não é à toa que o ceviche é mundialmente associado à cozinha peruana.

Sua origem remete ao povo mochica, que vivia ao norte do Peru e preparava o peixe fresco com suco de uma fruta parecida com o maracujá, o tumbo. O povo inca também fazia uma preparação similar, mas, em vez de usar o suco do tumbo, utilizava a chicha¹. Mas o ceviche só ficou completo com a chegada dos limões e cebolas, levados pelos espanhóis no século XVI.

Quanto à origem da palavra ceviche, há controvérsias. É possível que esse termo tenha origem na língua peruana quéchua, a partir da palavra Siwichi (traduzida como peixe fresco). Outra possibilidade é que a raiz dessa palavra seja árabe. Sua tradução seria peixe com cítricos, que, na língua árabe, é dita como Sibesh. Também é possível que a palavra ceviche esteja ligada com à palavra espanhola escabeche, termo que designa o prato típico espanhol em que se tempera e cozinha o peixe quimicamente com vinagre. 

Mas o que é o ceviche?

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Cheesecake de framboesas

Cheesecake é um prato delicioso, fenomenal, sensacional. Uma verdadeira explosão de sabores na boca!

Vichyssoise

Vichyssoise (termo francês cuja pronúncia correta é “vih-shi-suahz”) é uma sopa de batata, alho poró e fundo de galinha.

Apesar de ser uma sopa de estilo francês, é dito que a Vichyssoise foi criada em 1917 por Louis Diat, chef do Ritz-Carlton, na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...